Do ovo a galinha, do limão a limonada e a manteiga?!

por Sal e Sol

Minha primeira manteiga feita a mão

Manteiga pronta, missão cumprida

Pois bem meus queridos a manteiga para mim sempre foi algo delicioso, imprescindível, imortalizado em potes, latas ou embalagens de papel. Nunca pensei de verdade na origem da manteiga, excluindo obviamente a noção de que ela vem do leite. Mas de que parte exatamente do leite eu nunca me dera o trabalho de pensar.

Depois de errar o ponto do chantilly diversas vezes, uma frase da prof. nunca me saiu da cabeça:”-Já está quase virando manteiga…”.

Pois bem do limão fazemos limonada (eu particularmente prefiro caipirinha), mas agora descobri que do creme de leite fresco fazemos, além de chantilly, sopas, cremes, doces, a maravilhosa e desejada manteiga que acompanha o pão de cada dia.

Precisa de “muque”+ fouet ou uma simples batedeira para a mágica acontecer bem na sua frente. Bata vigorosamente o creme até que ele inacreditavelmente vire manteiga, isso acontece quando a gordura e o soro (leia-se praticamente leite desnatado) começam a se desprender, ai é só ir  descartando esse soro, adicionar sal, flor de sal, salsinha, páprica ou o que der na telha e guardar na geladeira para um uso futuro, mas nem tão futuro assim.

Eu enrolei em papel manteiga em formato de tubo para conseguir cortar bonitinha na hora de servir!

Mais uma bela desculpa para fazer mais pão!