Torta Rústica de Peras e muitas coisas ao mesmo tempo

por Sal e Sol

torta deperas

Eu realmente me empenhei na cozinha esses dias. Estou me sentindo super bem apesar de já estar no último mês da gravidez. Acho que está acontecendo um misto de ansiedade pré parto e medinho do pós. Não sei como vai ser ter um bebê em casa e cuidar dele o dia todo e todos os dias, alimentando-o e mantendo a casa em ordem. Por isso entrei na cozinha como se estivesse indo para a guerra. E o que chamo de “comida a longo prazo” continua em produção, mas isso é assunto para outro post.

A motivação essa semana foi a volta do marido. Ele estava em Berlim para a penúltima viagem do mestrado e eu pensei um monte sobre o que fazer para a sua volta. Resultado, iogurte caseiro (postarei receitinha na segunda), a geléia de ameixa já publicada por aqui, um pão para o seu café da manhã (a Fougasse do Bertinet que postarei na quinta), uma torta de carne tão solicitada pelo marido, cuja massa ficou muito boa, mas confundi a receita do recheio de uma torta maravilhosa do Jamie Oliver com uma bem “mais ou menos” do Olivier (que ficou meio “blergh!”) e de sobremesa uma torta rústica de peras que vi em um blog lindo de morrer que só tem receitas e fotos lindas.

Resumindo, foi bom, geléia, iogurte, fougasse, Steak and Ale Pie, Torta Rústica de Peras e ainda caldo de frango, um caldo de carne que quer ser um demi-glace e a promessa de uma vida feliz ao lado do meu novo equipamento que repousa calmamente no freezer, um Ice Cream Make Attachment para a minha Kitchen Aid. Uhull!!

E vamos a receita da Torta Rústica de Peras, porque é sensacional e o blog do moço é incrível. E eu acho que já tenho uma lista de coisas que quero fazer de lá e um jeito mais confiante de olhar para tortas e não ter medo que elas se desmanchem como manteiga derretida no forno. O melhor é que foi inevitável lembrar do filme “Garçonete” e das tortas com nomes incríveis que ela fazia para cada sentimento em relação a sua vida. Essa torta rústica de peras que o Richie disse ser para os dias preguiçosos, eu diria ser para o dias corajosos e de saudade. Minha primeira torta que nem ficou torta, ficou rústica!  =)

Torta Rústica de Peras (literalmente daqui)

Massa:

  • 1 e 1/3 xícaras de farinha de trigo [esse 1/3 substituí por farinha de amêndoas, mas não precisa];
  • 1 colher de chá de açúcar;
  • 1/4 da colher de chá de sal;
  • 1/2 xícara de manteiga gelada picada em cubinhos;
  • 3 colheres de sopa de creme de leite.

Recheio:

  • 1 xícara de açúcar [usei 2/3 de xícara – varia conforme a doçura das frutas e o seu paladar];
  • 2 colheres de sopa de amido de milho;
  • 1 colher de sopa de canela em pó;
  • 4 pêras [usei a comum, willians], descascadas e cortadas em fatias não muito finas [mais ou menos meio centímetro de espessura;
  • 2 colheres de chá de extrato de baunilha.
  • 1 clara de ovo levemente batida, para pincelar;
  • Açúcar para polvilhar

Preparo da massa:

Em uma tigela misture a farinha, o açúcar e o sal. Junte os cubinhos de manteiga gelada e amasse com as pontas dos dedos, até formar uma farofa úmida. Adicione o creme de leite, uma colherada por vez, amassando somente o necessário para formar uma bola de massa. Achate essa bola, envolva em filme plástico e leve à geladeira por 20 minutos.

Enquanto isso, prepare o recheio:

Misture, em uma tigela grande, o açúcar, o amido e a canela. Junte as peras fatiadas e o extrato de baunilha e misture delicadamente com um garfo para envolver as fatias no açúcar sem despedaçá-las. 

Montagem:

Preaqueça o forno a 170 graus.

Com o rolo, abra a massa sobre o verso de uma assadeira retangular grande,  polvilhada de farinha, até conseguir um retângulo de uns 20 por 27 [você pode abrir a massa sobre uma superfície de trabalho enfarinhada e depois transferi-la para a fôrma, enrolando a massa no rolo, mas achei mais fácil abrir diretamente no fundo da fôrma].

Espalhe as fatias de pera sobre o centro da massa [enfileiradinhas ou ao léu, depende da sua paciência], deixando uma borda de 4cm ao longo das laterais. Dobre essas bordas sobre o recheio, pincele as bordas com a clara de ovo e polvilhe açúcar.

Leve ao forno por 20 minutos, até a massa dourar e o recheio borbulhar.

Sirva morna ou fria.”

(Do A Cozinha Coletiva de Richie do jeitinho que ele explicou, pois eu jamais conseguiria explicar melhor!)

Eu mesmo corajosa, ainda tive um medinho de deixar as peras secas demais e terminei assando a torta um pouco menos do que poderia. Ela poderia ter um bronze extra (como sempre…) para ter aquela cor do verão, mesmo sendo outono. De qualquer forma a massa estava cozida e crocante. Teria sido ótimo comê-la com sorvete, mas minha glicemia não permite tamanho exagero, é sempre bom lembrar!