sal e sol

Tag: sopa

Dias de borscht

20140703-202537-73537124.jpg
Muitas beterrabas chegando em casa da Fazenda Sta. Adelaide e pouca imaginação. Cansada das beterrabas ao forno com balsâmico do Jamie Oliver, de beterrabas raladas na salada, de suco de laranja com beterraba, pouca disposição para bolo de chocolate e a dita cuja. Esfriou um grau e lá vem sopa na minha cabeça sempre em pânico com o que será o jantar já que Bebê não tira mais soneca a tarde. Fiz almoço e jantar antes das 7h30 da manhã enquanto a pequena e o marido faziam preguiça na cama. Escondidinho para o almoço e a sopa mais linda de todas para acalmar os ânimos com as pernas pra cima no sofá.

Borscht
(daqui)

Ingredientes
8 beterrabas
2 colheres (sopa) de manteiga
2 cebolas
2 cenouras
2 colheres (chá) de açúcar
5 xíc. (chá) de caldo de carne (se for usar cubos, dissolva apenas 2)
2 col. (sopa) de suco de limão tahiti
1 xíc. (chá) de creme de leite fresco
sal e pimenta-do-reino

Modo de Preparo
1. Preaqueça o forno a 180°C (temperatura média). Embrulhe as beterrabas em papel-alumínio, como se fosse um envelope. Coloque numa assadeira e cozinhe no forno por 1 hora. Quando estiverem macias retire do forno e deixe esfriar.

2. Feito isso rale as cenouras, as cebolas e as beterrabas separadamente. Reserve.

3. Em uma panela grande refogue a cenoura e a cebola na manteiga, por uns 10 minutos em fogo baixo.

4. Junte a beterraba e o açúcar. Acrescente o caldo de carne e deixe levantar fervura.

5. Baixe o fogo e deixe cozinhar por 20 minutos aproximadamente. Desligue o fogo e deixe esfriar.

6. Bata tudo no liqüidificador, acrescente o suco de limão de acerte os temperos.

Sirva quente ou fria, com creme de leite misturado na hora.

Anúncios

Uma sopa outonal de grão-de-bico com abobrinha

sopa grao de bico

Com certeza já entrou para o hall da fama das melhores sopas que eu fiz. A número um será sempre a de vôngole com batata doce, sem dúvida.

Grão-de-bico com abobrinha é sem dúvida uma combinação muito especial. Vencida a etapa da preguiça de fazer grão-de-bico, que sinceramente é ridiculamente fácil, fazê-lo para o consumo diário já desperta outras ideias. O outono chegou o marido ainda não. Tem dias de frio, outros de calor, mas para a grávida aqui os dias de calor não contam porque quase não consigo sobreviver em altas temperaturas. Assim, o grão-de-bico cozido a água e sal virou essa sopa rica em sabor e aconchegante como um abraço.

Sopa de Grão-de-Bico e Abobrinha (para 2 duas pessoas)

  • 200 gr de grão-de-bico (depois de cozido separe uma parte para guarnecer a sopa)
  • 300 ml caldo de legumes
  • 1/2 abobrinha cortada em cubinhos
  • 1/2 cebola descascada e picada
  • 1 dente de alho picado
  • azeite
  • sal e pimenta do reino moída na hora
  • tomilho
  • 60 gr macarrão padre nosso
  • 1 fatia de pão e azeite para pincelar

NOTA: Para cozinhar o grão-de-bico coloque-o de molho em água limpa por pelo menos 12 horas. Descarte a água do molho e cozinhe em panela de pressão por 10-15 minutos. Cuidado para não esquecer cozinhando pois eles derretem se muito cozidos. Reserve um pouco de grão-de-bico para guarnecer.

Em uma frigideira aqueça um pouco de azeite e refogue a cebola picada, a abobrinha em cubinhos e o alho. Enquanto isso cozinhe o grão-de-bico em caldo de legumes, preferencialmente. Se você já os tiver cozidos em água e sal e estiverem já escorridos, simplesmente bata-os no liquidificador com caldo de legumes caseiro (de preferência), o refogado de cebola e abobrinha (se quiser reserve um pouco para colocar junto com os grãos também reservados) e volte a panela.

Coloque esse caldo batido no liquidificador para ferver e acrescente a massa de sua preferência, eu acho a padre nosso a melhor massa para uma sopa como essa. Ainda mais considerando o tamanho do grão do grão-de-bico e da massa que é semelhante. FIque de olho na sua sopa para não deixar a massa grudar no fundo da panela. Mexa sempre. Se preferir cozinhe a massa a parte em água e acrescente a sopa depois de cozido. Quando a massa estiver quase cozida junte o grão-de-bico reservado, ajuste sal e pimenta, acrescente folhas de tomilho fresco e um fio de azeite de oliva. Quando a massa estiver no ponto, a sopa estará pronta para servir, com um fio de azeite, mais umas folhas de tomilho e uma bonita torrada pincelada com azeite e dourada na grelha.

Bom outono pra vocês!

Sopinha de Abóbora do Mestre Bocuse

Como eu sempre digo, tudo pode, desde que fique bom. Essa receita pedia croutons e crème fraîche e eu simplesmente ignorei! Até porque tô light agora, benhê! Enfim, bem vindo inverno, sopinha do Bocuse (mestre da nouvelle cuisine) e tchaus porque o frio nas mãos dessa moça de Recife tá tanto que não estou conseguindo nem escrever… Uhhh

Sopa de Abóbora, de Paul Bocuse

Sopa de Abóbora (do livro Bocuse em sua Cozinha)

(para 4 pessoas)

  • 500 g de abóbora (tipo jerimum)
  • 300 g de batata
  • 2 alhos-porós
  • 100 ml de crème fraîche (creme de leite fresco, levemente acido*) – Se não encontrar ou não quiser fazer, não tem problema, use bolinhas de queijo de cabra ou uma colher de chá de creme de leite para decorar. O crème fraîche complementa a receita, mas a sopa sem ele já é uma delícia!
  • 12 croûtons na manteiga
  • 60 g de manteiga
  • noz-moscada
  • sal e pimenta-do-reino

Descasque, lave e corte a abóbora em pedaços de 2 cm. Faça o mesmo com as batatas. Limpe o alho-poró e corte-o em rodelas.

Coloque a abóbora e a batata em água fria e leve para cozinhar. Em um frigideira refogue o alho-poró na manteiga e junte-o à abóbora e à batata. Deixe ferver em fogo médio por cerca de 20 minutos, sem cobrir.

Terminado o cozimento bata tudo no liquidificador até obter um creme. Lembre-se que quanto mais você bater mais lisinha ficará a sua sopa. Acerte sal e pimenta-do-reino. Deixe cozinha em fogo brando por mais 5 a 7 minutos. Aqueça a sua sopeira. Acrescente o crème fraîche à sopa e rale um pouco de noz moscada sobre ela. Sirva com os croûtons!

*crème fraîche /creme de leite fresco levemente ácido: Não é facilmente encontrado nos mercados brasileiros. É um creme de leite fresco super claro, com alto teor de gordura, levemente ácido (não tão ácido quanto o creme azedo). Mas misturando uma porção de creme de leite fresco, como equivalente a cerca de metade dessa porção de iogurte, depois aquecendo, deixando-o depois disso em temperatura ambiente por algumas horas e, por fim, batendo e guardando-o na geladeira, você chegará bem perto de um fraîche!

Sopa creme de mandioquinha

Croutons nadando em um círculo gordo de azeite. Super light! Só vi esse detalhe agora...

Existe coisa pior do que associar duas coisas banais e lembrar de uma música chiclete? Eu vou morrer com esse Djavan na cabeça hoje. Querem uma dica: Dia Frio + Livro … Ahhhhhh, tô querendo me jogar pela janela.

Enfim, dia frio para uma pernambucana estrangeira em terra de garoa, cheia de preguiça e solidão nesse domigão com o noivo viajando. O que me restou? Transformar 3 mandioquinhas simpáticas em algo que eu coma e não precise engordar 72 kg. O bacon foi um deslize no caminho, mas tenho certeza de que vale o mesmo que um danoninho inofensivo. “Cada um é cada um” e sabe se precisa ou não do bacon nessas condições básicas de umidade, temperatura e pressão. Lá vai a receita. Se joga…

Sopa creme de mandioquinha com croutons

Ingredientes (* 4 porções)

  • 2 cebolas
  • 1 dente de alho
  • 1 colher (sopa) de bacon em cubos
  • 500 gr de mandioquinha
  • 1 lt de água quente
  • 500 ml de água para cozinhar a mandioquinha
  • sal, pimenta-do-reino e 1 pitada de noz moscada

Preparo

Descasque e corte em pedaços a mandioquinha, coloque-a para cozinhar em água até ficar macia. Enquanto isso corte em cubinhos a cebola e pique finamente o alho. Em um frigideira frite o bacon e refogue junto a cebola e o alho previamente picados. Reserve.

Quando a mandioquinha estiver cozida, retire do fogo e passe no liquidificador com a água do seu cozimento, completando com a água fervida até chegar a consistência desejada. Coloque o refogado no liquidificador e bata tudo junto.

Volte o creme para uma panela e deixe ferver em fogo baixo, acerte os temperos, sal, pimenta e noz moscada.

Para os croutons corte em cubinhos 4 fatias de pão de forma e frite-os em pouco azeite até que estejam dourados e crocantes.

Para servir basta colocar os croutons por cima da sopa e regar com um pequeno fio de azeite.

Vapt-Vupt, certo?

Orgulho da minha sopa de vôngoles

Minha sopa de vôngoles, cenoura e batata doce

Nem eu acreditei quando percebi o que tinha feito. Geladeiras são como caixinhas de surpresas!

Com coisinhas que lá estavam, 300 grs de vôngoles que eram destino certo para um spaghetti e mais algumas da despensa: Tcharan!!!!

Terra e mar em um prato só! Estou com orgulho da minha sopa de vôngoles, saudade dos caldinhos de sururu e peso na consciência porque depois da comida vem a consequência.

Sopa de Vôngoles, cenoura e batata doce

  • 1 cebola roxa picadinha
  • 2 dentes de alho picados
  • Gengibre ralado
  • 1 batata doce média em cubos
  • 1 cenoura em cubos (para ficar mais laranja use mais cenoura!)
  • 1 punhado de coentro picadinho e mais um pouco para guarnecer
  • raspa e suco de uma laranja
  • 200 ml de leite de coco
  • 500 ml de caldo de legumes ou frango
  • 100 gr de vôngole sem concha ou muito mas com concha (reserve um pouco para guanecer)
  • Sal e pimenta do reino
  • Azeite de Oliva

preparo 

1 – Refogue a cebola, alho e gengibre até ficar com um aroma delicioso, adicione a batata doce, a cenoura, as raspas de casca da laranja.

2 – Adicione o coentro. Deixe cozinhar por 20 minutos, em fogo baixo. Cuidado para não queimar, mexa de vez em quando. Adicione o suco de laranja

3 – Em uma panelinha pequena coloque os vôngoles catados para fever com pouquinha água, azeite e sal. Se usar vôngoles com concha, coloque-os em uma panela, tampe e cozinhe até que as conchas se abram. Despreze as que continuarem fechadas e reserve as abertas. Reserve. *

4 – Adicione o caldo de legumes, espere ferver, acrescente parte 3/4 do vôngole e cozinhe.

5 – Retire do fogo, bata no liquidificador, volte a panela e adicione o leite de coco. Ajuste os temperos, com cuidado para não perder a doçura da batata doce, da cenoura e do leite de coco.

6 – Para servir guarneça com vôngoles, coentro picadinho e um fio de oliva.

*Obs:  Retire 3/4 dos vôngoles de suas conchas para bater no liquidificador. O que restar use para guarnecer e decorar a sua sopa. 

Sopinha de Milho Verde

.

Dominguinho em casa com o Nico, saudade do noivo, filmes gravados na TV: Comer, Rezar, Amar, e descansar pois amanhã é segunda de novo e tenho 21 minutos pela frente.

Essa sopinha é meio bobinha, mas uma delicinha! O sabor adocicado do milho verde, um exagerinho de salsão, pouca cebola pra não roubar demais a cena e a prova de que o veludo do queijo de cabra é superior a quase todas as outras coisas.

A intenção era fazer um Corn Chowder, mas não conseguia me lembrar em que livro estava a receita. Provavelmente em algum que não tenho, pois revirei todos em casa. =/

Sopa creme de milho verde (para 2 pessoas, no caso eu mais eu de novo antes de dormir)

  • 1/2 cebola em cubinhos
  • 1/2 talo de alho poró em cubinhos
  • 1 talo de salsão picadinho
  • milho de 3 espigas
  • 2 batatas em cubinhos
  • 200 ml de creme de leite fresco
  • 700 ml de fundo de legumes ou frango (tem que ser o fundo claro)
  • Sal e pimenta-do-reino branca
  • noz moscada
  • azeite de oliva

Refogue a cebola, o alho poró e o salsão sem deixar dourar demais. Acrescente o milho e a batata, refogue mais um pouco. Junte o fundo de legumes e deixe ferver até a batata e o milho ficarem macios, o milho provalvemente ficará um pouquinho duro ainda. Retire do fogo, bata no liquidificador, passe em uma peneira e volte a panela. Tempere com sal, pimenta do reino. Adicione o creme de leite até chegar a consistência aveludada. Acrescente uma pitada de noz moscada, acerte os outros temperos. Sirva com croutons, queijo de cabra esfareladinho e um fio de azeite de oliva.

Sopa Cremosa de Azedinha

Carne, carne, carne… ufff… Uma sopinha pra acalmar os animos e a digestão!

A sopa de azedinha de Gordon Ramsay

Passei um tempão pensando no que fazer com a azedinha que ganho de presente frequentemente da Luiza, mãe do noivo. Quando comprei o livro Gordon Ramsay – Cozinhando para os amigos, achei essa receita deliciosa e super fácil de fazer. Boa quentinha em um dia frio ou como entradinha fria em um dia que precise de refrescância!

Sopa Cremosa de Azedinha (4 pessoas)

  • 2 maços grandes de Azedinha (150-175 gr lavada)
  • 3 col. (sopa) de azeite de oliva
  • 1 cebola grande picada
  • 1 batata grande, cerca de 300gr em fatias finas
  • 800 ml de caldo de legumes ou galinha (quente)
  • 150 ml de creme de leite azedo [ se não tiver adicione um pouco de suco de limão ao creme de leite e deixe em lugar aquecido por algum tempo ]

Preparo

Pique grosseiramente a azedinha e reserve. Aqueça o azeite em um panela e coloque nela a cebola picada, a bata e um pouco de tempero. Refogue bem!

Tampe a panela e deixe a mistura cozinhar por uns minutos ou até a batata ficar macia. Despeje o caldo quente e deixe ferver por alguns minutos. Junte a azedinha e retire a panela do fogo assim que as folhas murchares. Bata a sopa em um liquidificador até obter uma textura bem lisa. Misture metade do creme de leite azedo e se necessário reaqueça a sopa. Sirva em tigelas com uma colher do creme azedo em cada como guarnição.

Eu ainda salteei na manteiga uns cogumelos shimeji e acrescentei ao prato!

Do livro: Gordon Ramsay – Cozinhando para os amigos

Sopa cremosa de brócolis

Ontem a noite eu falei que as fichas técnicas estavam dando sopa. Mas eu nem imaginava que estavam dando mesmo.

.

Para um jantar solitário vendo O Tempero da Vida, preparei essa sopinha cremosa de brócolis e desfiz a maldição do molho bechamel que me atormentou como uma pedra em meu caminho. Uma pedra mesmo! Cada molho bechamel que fiz antes desse de ontem poderia ser usado como arma branca, escudo, instalação artística contemporânea. Um horror! Mas nada como um dia após o outro, um pouco de paciência, sentidos sóbrios e fome sob controle para o bechamel evoluir até a minha sopinha cremosa.

.

Em breve a receita detalhada!