sal e sol

Tag: Sweet Sexta

Sweet Sexta: Cookies de Chocolate 30-3=27 porque eu não sou de ferro

cookies

“Lindinhos!” foi a primeira coisa que pensei quando ficaram prontos. “Parecem cookies”, foi a segunda coisa que pensei. A terceira foi: espero que a maquininha de medir a glicemia seja bondosa comigo hoje. E por fim: Olívia vai poder levar biscoitos caseiros na lancheira para a escola!

O fato é que tem sido difícil resistir ao processo que apelidei de “comida a longo prazo” pelo qual estou passando. Esse é o último mês de gravidez e não quero passar dias de cão sofrendo por não conseguir cozinhar e ao mesmo tempo sem conseguir comer uma ou outra coisa gostosa nesses primeiros dias da O. Por isso estou numa correria fazendo caldos, molhos, sopas, massas e achei que um docinho para os momentos de calmaria seria adequado de se ter no congelador.

montagem cookies

Foi assim que fiz os meus primeiros cookies, os meus primeiros cookies para congelar e também os meus primeiros cookies que descongelaram e assaram e ficaram uma delícia. Diversão em dose tripla e uma boa ideia de presente para amigos. Afinal ganhar comida de presente é a melhor coisa do mundo. Apesar de que daqui a pouco vou achar ganhar fralda e comida de presente as melhores coisas do mundo.

Essa é uma colagem de receitas de cookies achadas na internet que deu certo! Graças aos deuses da cozinha prática, do congelamento e da fase pré-natal.

Fiz 30 unidades, mas depois de congeladas pensei e se não derem certo (desculpa esfarrapada, eu sei), então é melhor já testar e aproveito para postar um sweet sexta solitário com cheirinho de biscoito quentinho saindo do forno.

Cookies de Chocolate e Pré-natal (30 unidades)

Ingredientes

  • 110 g de manteiga ligeiramente amolecida
  • 2/3 de xícara de açúcar
  • 1/3 de xícara de açúcar mascavo
  • 1 ovo
  • 1/2 col. (chá) de essência de baunilha
  • 1/2 col. (chá) de essência de amêndoas
  • 1 e 1/3 de xícara de farinha de trigo
  • 1/2 col. (chá) de fermento em pó
  • 1/2 col. (chá) de bicarbonato de sódio
  • 150 g de chocolate ao leite, usei ovo de páscoa Ferrero Rocher, picado na faca.
  • Papel manteiga cobrir a assadeira.

Modo de preparo

Coloque na tigela da batedeira o açúcar refinado, o açúcar mascavo, o ovo (gema e clara) e a essência que desejar usar, fiz um mix de baunilha com amêndoas. Bata em velocidade média até a mistura ficar homogênea e esbranquiçada. Agora acrescente a farinha de trigo peneirada, o fermento em pó e o bicarbonato de sódio.

Bata bem para que, mais uma vez, fique homogêneo. Desligue a batedeira e com o auxílio de uma colher de pau ou espátula misture o chocolate picado.

Para conseguir fazer bolinhas com a massa de forma mais fácil, leve a massa à geladeira por 30 minutos.

Faça bolinhas do tamanho que achar adequado e coloque em uma forma coberta com papel manteiga deixando um espaço bom entre elas, afinal irão “derreter” e ficar mais “espalhadas”. Se você fizer um cookão lembre-se que ele vai ocupar uma área maior, para que um não se funda com o do lado, deixe espaço!!!

Antes de assar pré-aqueça o forno a 180 graus, forre assadeiras com papel manteiga. Coloque os cookies na assadeira e asse por aproximadamente 10 minutos (ou perto de 15 minutos se assá-los ainda congelados) ou ficarem com aspecto douradinho de cookie assado, mas ainda estarão moles. Retire do forno e espere que eles descansem por 5 minutos. Transfira com o auxílio de uma espátula para uma gradinha de metal para que esfriem e endureçam completamente.

Para congelar:

1- Enrolar em formato de tubinho (como um salame), enrolado em plástico filme. Na hora de usar você pode, desembrulhar e cortar em rodelas na faca para assar.

2- Outra opção é fazer as bolinhas do tamanho que você desejar e colocar em uma forma sem sobrepor para então levar ao freezer.

Quando congeladas é só guardar em um pote ou saco próprio para congelar alimentos e reservar no freezer/congelador para uso futuro (dura 6 semanas congelado).

Duas opções de descongelamento: 

1- Coloque os cookies ainda congelados direto no forno.

2- Descongele a massa em geladeira e leve ao forno depois.

Anúncios

Sweet Sexta: Bolo de Cenoura e muitas sextas sem sweet

photo

Ah, a maternidade! Dizem que é cor-de-rosa. Às vezes não é tão rosa assim, mas parece que tudo compensa. Enjôos, dor nas costas, azia, dores de cabeça, uma coisa aqui, outra ali, mas passa. E passa rápido viu?! Um dia desses estava aos prantos e em pânico quando vi o resultado do exame de farmácia. Foi bem cinematográfica a cena, com direito a repetição e confirmação com exame de sangue. Mas só acreditei mesmo que estava grávida quando a médica, ao vivo e a cores, me disse que era gravidez e não qualquer outra coisa. E a ficha só caiu de verdade quando ouvi pela primeira vez o batuque ligeiro do coraçãozinho no ultrassom. Tudo tem ido bem, dentro dos conformes. Agora com exatos 6 meses e 6,5 kg a mais, o último trimestre se aproxima. É a hora de arrumar a casa, deixar o cantinho pronto, fazer as malas e pensar na nova rotina que vamos adotar quando a pequena Olívia estiver por aqui, finalmente.

É verdade que nossa rotina é muito tranquila, a minha especialmente, já que quando comecei a enviar meu currículo para padarias em busca de um estágio descobri que já tinha uma ciabatta no forno e meus planos estariam adiados por um bom tempo. Enfim…

O Felipe trabalhando em casa, o Nico revezando o sono no sofá, poltrona, cama e eu tentando não entrar em parafuso e pensando em receitas realmente saudáveis e rápidas para as primeiras semanas da O.

Nesse meio tempo pensei em criar um planejamento mesmo, daqueles com dia para cada coisa, mas o marido ficou bravo e disse que detesta planejamento, mesmo assim pensei: vou fazer a sobremesa do fim de semana na sexta, o pão da semana no domingo, a feira na quinta, 2 dias de carne, 2 dias de peixe, 1 dia de frango e seja o que deus quiser no fim de semana, e salada, muita salada…

Vamos ver se vai dar certo. Porém, bem mais cedo do que eu imaginava a primeira parte dos meus planos foi por água abaixo. A Dra. Obstetra me pediu gentilmente que não comesse doces, açúcares e afins até a O. nascer. Nenhum motivo evidente de preocupação, mas pediu para que eu pelo menos reduzisse. No meu caso reduzir é igual a cortar, já que praticamente não como nada de açúcar, não sou muito fã de doces, mas um bolinho de vez em quando sempre me passava nos pensamentos. Não preciso ser radical, e nem serei, mas o desafio do cheese cake foi adiado e muitas outras coisas que envolvem açúcar também. O problema não é propriamente comer, o problema é que quando eu faço sempre é o suficiente para nós dois e mais alguns. E nós somos só dois. É melhor eu comer uma fatia de vez em quando, do que três em um único fim de semana. =/

E foi assim que fiz meia receita antes da consulta, meia depois e comi minha fatia com gosto e disse para mim mesma au revoir Sweet Sexta até o Olívia nascer.

Paciência.

A receita é desse livro super legal que ganhei e precisarei encostar por um tempo. Bolo de Avó traz 60 receitas de bolinhos clássicos como banana, cenoura, chocolate, Souza Leão e por ai vai. Bolo de filha que daqui a pouco será mãe e adora um bolo de avó.

Bolo de Cenoura (do livro Bolo de Avó)

  • 3 cenouras médias picadas
  • 1/2 xíc. (chá) de óleo
  • 4 ovos
  • 1 xíc. (chá) de farinha de trigo
  • 1/2 xíc. (chá de amido de milho
  • 1 col. (sopa) de fermento em pó
  • 1 e 1/2 xíc. (chá) de açúcar
  • 200 g de chocolate ao leite picado
  • 2 col. (sopa) de creme de leite

Preparo

Bata no liquidificador as cenouras, o óleo e as gemas. Passe para uma tigela e acrescente farinha de trigo, o amido de milho, o fermento em pó e o açúcar. Misture bem. Bata as claras em neve e incorpore delicadamente à massa. Coloque em uma forma untada e enfarinhada e leve ao forno pré-aquecido em temperatura média por 40 minutos. Espere esfriar. Derreta o chocolate com o creme de leite em banho-maria e cubra o bolo. Corte em fatias quadradas.

Sweet Sexta: Muffins de Mirtilo

Fiquei tão emocionada com a possibilidade de ter iogurte caseiro no café da manhã, que acordei mais cedo e antes mesmo se verificar se a produção de ontem tinha dado certo fiz esses gostosos muffins de mirtilo para dar um glamour ao meu solitário café da manhã. Saudade do noivo que está viajando e de cozinhar para alguém…

Muffins de Mirtilo.

Muffins de Mirtilo (do livro Le Cordon Bleu – Receitas Caseiras: Muffins)

Tempo de preparação: 15 minutos

Tempo de forno: 30 minutos

Rende 6 muffins grandes ou muitos pequenos e médios

  • 375 gr de farinha de trigo com fermento
  • 75 gr de farinha de trigo sem fermento
  • 115 gr de açúcar mascavo
  • 150 gr de mirtilos frescos ou congelados (leia a dica para congelados)
  • 2 ovos
  • 250 ml de leite
  • 1 col. (chá) de essência ou extrato de baunilha (prefira sempre o extrato)
  • 125 gr de manteiga sem sal derretida
  • Açúcar de confeiteiro para polvilhar

Dica: Se usar mirtilos congelados, não descongele antes de usar, se não eles irão manchar os muffins.

Os bonitinhos.

Os mirtilos ressucitados e um naco de manteiga La Motte!!!

Preparo:

1 – Pré aqueça o forno a 210 graus. Unte um forma para 6 muffins (capacidade de 250 ml) com manteiga derretida ou óleo.

2-  Em uma tigela peneire as farinhas, misture o açúcar e os mirtilos e faça uma cova no centro.

3 – Bata os ovos com o leite e a baunilha, com um fouet. Enquanto isso derreta a manteiga em uma panela em fogo baixo com cuidado para não queimar, espere apenas o tempo de derreter e tire do fogo. Deixe esfriar e misture ao leite, ovos e baunilha..

4 – Junte o líquido com a farinha da tigela mexendo com uma colher de metal até os ingredientes estarem combinados. Não mexa demasiado – a mistura deverá ficar com grumos, se mexer demais os muffins ficarão borrachudos.

5 – Encha as forminha até cerca de três quartos com a massa. Cozinhe por cerca de 30 minutos ou até que ao introduzir um palito na massa este saia limpo.

Deixe os muffins na forma durante 5 minutos antes de os retirar para esfriar em uma gradinha ou rede..

Polvilhe com açúcar e sirva!

Obs.: Pode-se fazer a mesma receita trocando mirtilos por framboesas, amoras, ou uma mistura delas. Se usar frutas frescas cuidados ao mexer para que permaneçam inteiras.

Sweet Sexta, mas ainda é quinta: Bolo de Limão

E o Nico querendo o papaya

Por que será que eu sempre tenho vontade de fazer bolo às 8 da noite? Ontem não foi diferente, mas guardei uma fatia para hoje e para este famigerado blog que está tão abandonado.

Bolo de Limão

  • 3 ovos
  • 2 xícaras de açucar
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1 1/2 xícara de azeite
  • 1 1/2 xícara de leite
  • 1/4 de xícara de suco de laranja
  • 1 pitada de sal
  • 1/2 col. (de chá) bicarbonato de sódio
  • fermento em pó (ah, eu coloquei uma col. de chá de fermento, pois minha receita estava super precisa e cheia de informaões)
  • raspas de limão tahiti

Pré aqueça o forno.

Misture ovos e açúcar, junte o azeite, mexa tudo com o fouet, depois coloque leite, suco de laranja, depois o bicarbonato, sal e fermento. Adicione as raspas de limão.

Forma untada e enfarinhada. Forno pré-aquecido a 180C por trinta minutos.

Calda (a calda que eu tive preguiça de fazer)

  • 3/4 xíc. de suco de limão
  • 3/4 de xíc. de açucar de confeiteiro

Leve ao fogo até virar uma calda translúcida. Mexer por uns 5 minutos. Pincelar em cima do bolo para ficar com sabor azedinho. Raspinhas de suco de limão por cima.

—> Agora me pergunte onde eu achei essa receita… e eu te direi não tenho a menor idéia!

Juro que quando encontrar a fonte divulgo com o maior prazer.

Eita já tinha comido um pedaço da minha fatia matutina

Sweet Sexta: Bolo de Banana

Então, eu vi o show do Chico Buarque, me emocionei e pensei em fazer bolo de banana, com açúcar e com afeto. Tudo uma comemoração para dizer que Chico existe, ele estava lá em carne e osso!

É facim, assim ó:

Bolo de Banana da Dona Benta e da Lua (porque eu mudei um tanto a receita que nem sei se é dela)

  • 4 bananas prata super-ultra-mega maduras, tipo alguns minutos antes de você pensar se as comeria ou se já passaram dessa para uma melhor
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de açucar
  • 2 ovos
  • 100 gr de manteiga sem sal e bem molinha, deixe fora da geladeira com antecedência
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (chá) de fermento em pó
  • 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio (pra ajudar a crescer e ficar fortinho)
  • 1 colher (café) de essência de baunilha
  • 1 pitada de sal
  • 1 forma untada e enfarinhada
  • Forno pré aquecido a 180C graus

Primeiro, amasse as bananas com o açúcar.

Depois, em outra tigela misture a farinha de trigo, o bicarbonato de sódio, o fermento e o sal.

, com a ajuda de um batedor incorpore a manteiga, os ovos e a essência de baunilha na gororobinha de banana com açúcar (por isso a manteiga deve estar super mole, para tornar tudo mais fácil).

Para terminar, vá adicionando os ingredientes secos à gororoba, aos pouco, para não ficar com grumos de farinha. Misture bem, mas não precisa bater. Apenas para misturar tudo.

Coloque na forno, leve ao forno a 180C graus, por aproximadamente 50 minutos. Teste com o palito para ver se está pronto. Tcharan!

p.s. Dona Benta põe nozes picadas, canela, usa bananas nanicas e polvilha com açúcar de confeiteiro!

p.s. Esse não foi feito no liquidificador e sim batido na mão! 😉

Sweet Sexta: Bolo Brigadeiro #32

Feliz aniversário!!

Foi absolutamente necessário antecipar a Sweet Sexta, pois hoje é aniversário do noivo. Fiz um Bolo Brigadeiro e brigadeirinhos de enrolar que são puro luxo. Tudo receita da linda Carole Crema (da La vie en Douce), que saiu na revista Menu Edição Especial de 13 anos.

No blog da revista tem videozinho da Carole fazendo a receita (não é delícia aprender direto com o professor?), ainda porque a descrição de preparo na revista impressa não foi lá a mais próxima do que é ensinado no vídeo, mas tudo bem!

Ficou uma delícia mesmo assim! Parabéns noivo!

Sweet Sexta: Bolo de Rolo

Meu primeiro Bolo de Rolo

Nem quero me estender muito nos comentários sobre o valor cultural do Bolo de Rolo, Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado de Pernambuco, mas hoje tomei coragem e resolvi fazer o meu primeiro. Essa é uma iguaria da minha terrinha que raramente encontro em São Paulo, sem o sabor de sola de sapato.

Camadas quase perfeitas. Quase!

Uma coisa eu posso dizer é: é trabalhoso, mas cortar a primeira fatia e ver que as camadas quase se sobrepuseram perfeitamente me deixa muito feliz!! Cheirinho de Nordeste pela casa toda.

A receita tá lá no site da Fundaj! Ou aqui:

“RECEITA DO BOLO-DE-ROLO

Ingredientes:

250g de açúcar / 250g de manteiga / 5 ovos / 250g de farinha de trigo / ½ lata de goiabada, derretida em um pouco d’água.

Modo de preparar:

Bata bem o açúcar e a manteiga, junte as gemas, uma a uma. Depois junte as claras em neve. Acrescente o trigo peneirado e misture delicadamente.

Divida a massa em sete assadeiras rasas, untadas com manteiga e trigo. Asse uma de cada vez, em forno pré-aquecido, por pouco tempo.

Retire a massa das assadeiras, colocando-a em toalha polvilhada com açúcar.

Recheie com a goiabada derretida e enrole rapidamente. Repita o mesmo processo até a última camada.

Algumas dicas:

  • a massa deve ser assada em camadas finas e ficar pouco tempo no forno para não ressecar e quebrar na hora de montar o bolo;
  • a goiabada precisa ser derretida com água fria até ficar cremosa e espalhada em camadas finas e uniformes;
  • para servir deve-se cortar o bolo em fatias finas;
  • pode ser servido acompanhado de fatias de queijo do reino.”

 

“Considerado como uma das especialidades típicas da cozinha pernambucana, assim como o famoso bolo Souza Leão (também reconhecido como patrimônio cultural e imaterial de Pernambuco, em 2008), o bolo-de-rolo derivou-se do bolo português conhecido como colchão de noiva, que era recheado com amêndoas. No Brasil, o colchão de noiva foi se transformando e sofrendo adaptações devido à falta de ingredientes das receitas originais na região Nordeste.” (Maria do Carmo Andrade, Bibliotecária da Fundação Joaquim Nabuco)

Sweet Sexta: parece que eu fiz Brownie ♡

Mas eu nem acredito! Brownie, BROW-NIE!!! Juro por deus, eu fiz e ficou um brownie.

Nigella, Santa Nigella, estava lá pra me ajudar com o seu livro Nigella Express.

Estou completamente sem palavras!

Flourless Chocolate Brownie

(Brownie de Chocolate sem Farinha – adaptado do livro Nigella Express)

ingredientes

  • 230 gr de chocolate meio amargo (70% cacau) *usei Lindt
  • 1 xíc. (chá) de manteiga sem sal
  • 1 xíc. (chá) de açúcar
  • 2 col. (chá) de essência de baunilha
  • 1 1/2 xíc. (chá) amêndoas moídas (usei castanha do pará pois não tinha amêndoas e ficou uma delícia)
  • 1 xíc. (chá) de nozes moídas
preparo
Pré aqueça o forno a 165°C. Derreta o chocolate e a manteiga em fogo baixo, levemente, em uma panela de fundo grosso. Adicione o açúcar e a baunilha na panela. Tire do fogo e deixe esfriar um pouco. Bata os ovos em uma vasilha a parte, acrescente as amêndoas e as nozes. Misture ao chocolate. Leve ao forno por 25-30 minutos. Deixe formar a crosta, mas mantenha úmido por dentro.
Pronto!

♡ ♡

♡ ♡ ♡